Movimentos da Capoeira Angola

 

Os movimentos da Capoeira Angola são tradicionais mas cada capoeirista os reproduz a partir de sua constituição física e gestualidade.movimentos de jogo

Há uma série de movimentos (golpes) básicos que se desdobram em variações e combinações complexas, o que leva a compará-los com os sons musicais.

A seqüência é opção de cada capoeirista, sempre em estreita dependência dos movimentos do parceiro de jogo.

 

 


 

"Era eu era você
Era você era eu
Era eu era meu mano
Era mano era eu
Você não jogava sem eu."
(Mestre Pastinha)

 


 

movimentos de jogo

"O jogo se desenrola com a ginga, movimento de dança e de luta; de concentração e descontração, personalizado, e desconcertante.
Mas muitas vezes começa com movimentos próximos ao chão.
De pernas para o ar, o capoeirista está em posição de ataque e ao mesmo tempo defende tronco e cabeça...
Pode girar as pernas, tendo a cabeça ou as mãos como eixo.
As pernas no chão podem levar um golpe aos pés do parceiro ou formar uma tesoura para derrubá-lo."

movimentos de jogo

"Mãos no chão, como em falsa queda, as pernas continuam livres, de frente ou de costas.
Já de pé, o capoeirista pode partir para uma cabeçada ou se agachar para uma rasteira.
De frente para o parceiro, pode surpreendê-lo sendo direto ou desenhando um golpe no ar. Ou se esquivar e ao mesmo tempo golpear.
E de repente girar e voltar, como pião.
Se preciso, pode procurar espaço, dissimulado, de cabeça para baixo.
E logo rolar, protegendo a cabeça e preparando um ataque.
Ou se afastar voando pra trás..."

 

cobra e gavião

Os movimentos do jogo de capoeira angola, circulares, com aproximações e afastamentos, lembram os movimentos dos animais quando se encontram, cada um com seu corpo, percepções e habilidades.
Talvez por isso Mestre Pastinha tenha escrito sobre a cobra e o gavião...

manuscrito de Mestre Pastinha

 

Ilustrações (e interpretação):
E. Zolcsak, 2004.

Fonte do manuscrito (ilustração):
Angelo A. Decanio Filho. Manuscritos e desenhos de Mestre Pastinha

 

Posted in